segunda-feira, 30 de junho de 2008

Hoje é o seu dia... que dia mais feliz!




Pai de verdade
Pai de verdade mesmo sabe que ser pai não é simplesmente recolher o fruto de um momento de prazer, mas sim perceber o quanto pode ainda estar verde e ajudá-lo a amadurecer.
Pai de verdade mesmo não só ergue o filho do chão quando ele cai, mas também o faz perceber que a cada queda é possível levantar. Ele não é simplesmente quem atende a caprichos: ele sabe perceber quando existe verdadeira necessidade nos pedidos.
Pai de verdade mesmo não é aquele que providencia as melhores escolas, mas o que ensina o quanto é necessário o conhecimento. Ele não orienta com base nas próprias experiências, mas demonstra que em cada experiência existe uma lição a ser aprendida.
Pai de verdade mesmo não coloca modelos de conduta, mas aponta aqueles cujas condutas não devem ser seguidas. Ele não sonha com determinada profissão para o filho, mas deseja grande e verdadeiro sucesso com sua real vocação. Ele não quer que o filho tenha tudo que ele não teve, mas que tenha tudo aquilo que merecer e realmente desejar.
Pai de verdade mesmo não está ali só para colocar a mão no bolso para pagar as despesas: ele coloca a mão na consciência e percebe até que ponto está alimentando um espírito de dependência. Ele não é um condutor de destinos, mas sim o farol que aponta para um caminho de honestidade e de Bem.
Pai de verdade mesmo não diz " Faça isto " ou " faça aquilo " , mas sim " tente fazer o melhor de acordo com o que você já sabe " . Ele não acusa de erros e nem sempre aplaude os acertos, mas pergunta se houve percepção dos caminhos que levaram o filho a esses fins.
Pai de verdade mesmo é o Amigo sempre presente, atento e amoroso - com a alma de joelhos - pedindo a Deus que o oriente na hora de dar conselhos ...
(Texto de Silvia Schmidt)
Você é assim... te amo pai...
meus beijos...

domingo, 29 de junho de 2008

Chá de Bebê da Ana Clara...

Preparei tudo com muito amor, e o resultado foi ótimo... foi no dia 28 de junho... e tudo correu muito bem, obrigada!

A Dé tá linda, com uma barriga literalmente super fofa, e estamos super ansiosos por mais uma integrante da família... tô vendo que vai ser um mimo só! rs...



As duas meninas...

Eu, a Dé, a Vó (que é Bisa) e a Ana Clara... escondida, claro!

As responsáveis pela bagunça...

A mulherada toda...

As primas...

A Júuu... que também me ajudou muito!

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Open de Balonismo em RC



Open de Balonismo em Rio Claro!
24 à 29 de junho Pra variar o céu fica lindo... cheio de grandes bexigas flutuando... que encantam os nossos olhos, nos deixam sem palavras e faz com que a nossa imaginação volte a ser de criança...

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Qualidades de um lápis...



O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.
"Primeira qualidade": Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção a Sua vontade".
"Segunda qualidade": De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usas o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor".
"Terceira qualidade": O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça".
"Quarta qualidade": O que realmente importa no lápis, não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você".
"Finalmente, a quinta qualidade do lápis": Ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação".